Como trabalhar com bloggers

É um facto que os criadores de conteúdo trouxeram algum impacto no marketing digital. Achamos importante desde já desmistificar os inúmeros dogmas atribuídos neste ramo.

Ora bem, um blogger é uma pessoa que tem um website e o usa para partilha de conteúdo. Um influenciador ou influencer é uma pessoa que é capaz de influenciar a sua audiência, seja num Blog, Instagram, Twitter ou Youtube. Um instagrammer é uma pessoa que é influenciador no Instagram, Youtuber no Youtube e etc.

É muito importante também começar esta artigo referindo que estes criadores de conteúdos devem ser considerados como pessoas influentes, alguns capazes de crashar o seu website pela larga audiência e outros capazes de não trazer qualquer retorno direto, mas acrescentar à marca notoriedade e autoridade, algo impossível de medir.

Há uma falta de compreensão pelo trabalho desenvolvido pelos criadores, mas é fácil de justificar. Quando pensarem que este tipo de marketing é tendência, lembrem-se que, vivemos numa sociedade em que a atenção é o momento de brilharete da sua marca. E surgem estes influenciadores, capazes de captar atenção de milhares e criar autoridade digital à sua marca. Isto acontece porque normalmente está associado um trabalho contínuo de alguns anos a criar conteúdos sem audiências tão grandes e sem retornos. Mas que foram conquistadas com  o tempo, trabalho e algum investimento. Ou seja não é do dia para a noite como muitos pensam.

É preciso compreender também que cada influenciador tem a sua área de atuação, da mesma forma que as marcas têm o seu público-alvo.

Estes são algumas das situações que algumas marcas não compreendem (ou a sua equipa de marketing) e chegam a descredibilizar o trabalho dos influenciadores. Mas depois do concorrente apostar o assunto já é outro…

Portanto este tipo de colaborações fazem todo o sentido e são para ontem. Em Portugal são recentes mas podem procurar por livros de marketing digital americanos, alguns datam 2007 a falar sobre estratégias de marketing com influenciadores. Saliento também, em Junho de 2018 o Instagram atingiu os 1 000 milhões de utilizadores.

1 - Conheça a sua área de atuação

O primeiro passo para trabalhar com influenciadores passa por conhecer o seu nicho. Perceber qual é o seu público-alvo digitalmente e qual o influenciador que vai de encontro a esse público. Como devem compreender não podemos abordar um influenciador de nutrição sobre eletrónica, a não ser que a eletrónica tenha algo relacionado com a sua área.

Assim como pode ter produtos que exigam um poder de compra maior ou um serviço mais generalista. É preciso imaginar o tipo de pessoa que compraria o seu produto ou serviço e escolher um influenciador que vá de encontro com esses critérios.

O Instagram oferece ao seu usuário com perfil profissional as estatísticas da sua audiência. Por isso se tiver a considerar um influenciador não tem qualquer problema pedir as suas estatísticas para analisar.

2 - O que tem para oferecer e investir

Neste ponto é muito importante sermos empáticos e aprendermos a colocar do outro lado. É normal se eu possuir uma marca com alguma autoridade e relevância conseguir parcerias não remuneradas porque a pessoa que a vai representar vai sentir prestígio na marca e é vantajoso para o influenciador a nível de posicionamento de mercado que deseja obter.

Da mesma forma que é mais do que normal, um influenciador “profissional” (influenciador dedicado e que vai realizar o trabalho de influenciar) exigir algum retorno em troca de colocar o seu produto para as suas audiências. Pois bem, como referimos à pouco, um blog, um Instagram, um Youtube demora a crescer e não surge do dia para a noite. É um esforço contínuo e um crescimento demorado. É mais do que normal portanto esse investimento trazer algum retorno e por isso pedir alguma forma de recompensa monetária.

Não se assuste nem pense que está a ser aproveitado. Pondere o investimento apresentado e pode negociar uma forma inicial de parceria para perceber também o resultado. Se tiver um produto que interesse ao influenciador pode também propor uma parceria com oferta de produto. Apenas respeite sempre o trabalho que existe do outro lado.

3 - Resultados

Resultados, é o que todos passamos a vida à procura e é para os resultados que trabalhamos todos os dias. O trabalho com bloggers pode ser algo que traga um retorno significativo no imediato e pode crashar o website como referi à pouco, assim como pode não trazer nenhum resultado imediato, mas não desmotive!

O trabalho com influenciadores demora o seu tempo a atingir um nível de retorno considerável, normalmente cria um brand awareness impossível de ser convertido em estatística, o que leva à marca a não perceber o seu impacto no imediato, apenas com o trabalho contínuo.

4- Crie relações duradouras

Ora se vai entregar o poder de influenciar a alguém sobre a sua marca é muito importante construir uma boa relação com esse influenciador. Seja acessível, diga obrigado, compreenda que todos temos dias complicados e isso não é razão para “despachar” ninguém. 

Para ter sucesso no trabalho com influenciadores não há nada mais importante como os influenciadores gostarem de usar o seu produto ou serviço e sentirem-se confortáveis com a marca que estão a trabalhar. Se estiverem confortáveis e contentes com a parceria a mensagem vai ser natural, vai ser de contentação e os seus seguidores vão perceber isso.

5 - O influenciador tem de gostar do produto ou serviço

Pergunte sempre se os influenciadores gostam do produto ou serviço que quer comunicar. Se aceitarem seja que produto for, desconfie do seu profissionalismo.

Procuramos nestas iniciativas mensagens. Mensagens naturais e criativas sobre a sua marca e/ou serviço. Uma audiência  conhece o seu influenciador e se patrocionar uma marca de produtos caninos sem ter cães vai complicar a confiança e a mensagem.

Tente conhecer o influenciador e comunicar algo que vá de encontro com os seus seguidores.

6- Explique a sua marca e qual o objetivo com a campanha

Não obrigue o influenciador a colocar uma descrição Copy/Paste, ou a decorar algumas guidelines para ditar no vídeo. Nós percebemos bem quando é tudo “forçado” e não há autenticidade na parceria.

Pode explicar algumas frases chave da sua marca e da campanha que quer promover com o influenciador, mas por favor, deixe o resto do lado da pessoa criativa que conhece os seus seguidores.

7 - Avance, partilhe o seu conteúdo e volte a trabalhar

Já escolheu o influenciador ou influenciadores para a sua campanha? Então avance.

Numa primeira iniciativa confie na sua gestão ao nível da descrição e de horário de postagem, se não correr bem algum dos aspectos pode pedir numa próxima campanha para ajustar algum pormenor.

Peça o conteúdo para partilhar na sua página, conteúdo nunca é demais muito menos com caras conhecidas!

Diga obrigado pela prestação e discutam resultados.

Se tiverem alguma dica extra ou quiserem saber mais informações, não hesitem em contactar.